MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Entrevista: Andrews Nakahara e a preparação para o ROAD FC012 na Coréia

O mogiano vem de uma sequência de duas vitórias e enfrentará o coreano Bae Myung Ho (13-5) na 12ª edição do ROAD FC

Road FC Andrews Nakahara Bae myung ho

Andrews Nakahara (dir.) enfrenta o coreano “Wolverine” Myung Ho (esq.)

O Brasil estará muito bem representado no ROAD FC 012, que acontece em 22 de Junho na Coréia do Sul. Andrews Nakahara (4-2), faixa preta de Kyokushin, Jiu-jitsu, Muay Thai e Kickboxing, ficou conhecido no mundo das lutas pelos seus feitos no Karatê Kyokushin, K1, além de ter lutado com Kazushi Sakuraba no DREAM 2.

Recentemente, entrou para a equipe de Vitor Belfort e participou da preparação de Vitor para luta contra Michael Bisping no UFC São Paulo. Nas palavras de Belfort em matéria do Globo esporte:

– Nas minhas previsões ele será o campeão da categoria peso-médio. Tudo depende dele e de como ele enfrentará as circunstâncias ao longo desta jornada. Esse é o destino para a carreira dele e vamos trabalhar duro para a concretização desse objetivo.

Andrews e Belfort em treinamento para luta do UFC São Paulo

Andrews e Belfort em treinamento para luta do UFC São Paulo

O Brasileiro, que foi campeão mundial de Karatê Kyokushin, enfrentará o Myung Ho (13-5)  que é conhecido pelo Wrestling afiado é o atual campeão do Legend FC. Essa será uma luta marcante para ambos os lutadores.

Confira abaixo a entrevista cedida por Andrews Nakahara ao Monster MMA:

Qual a importância do Kyokushin para seu estilo de luta?

O Kyokushin é importante porque minha luta é baseada em chutes, além da minha formação ter sido baseada nele. Ou seja, o Kyokyshin é minha arte marcial principal.

Sabemos que o seu Kyokushin é muito mais do que afiado, mas e como está o treinamento de chão e quedas?

Treino diariamente e melhoro a cada dia, por isso hoje posso falar que sou um atleta completo, tanto em pé quanto no chão desenvolvo habilidades cada vez maiores.

Como está se preparando para esse novo desafio?

Treinando diariamente. Já estou fora do Brasil pra me aprimorar ainda mais, com a equipe que é uma das melhores do Brasil atualmente. Além de preparar meu psicológico constantemente e não me deixar abalar nunca.

Qual a diferença de treinar nos EUA com uma equipe como a de Belfort?

A diferença é o suporte que eu tenho, além da oportunidade de treinar com pessoas que são especializadas em diferentes tipos de luta. Se eu precisar treinar com um wrestling, por exemplo, sei que terá com quem treinar.


Qual foi a sua luta mais difícil e o que aprendeu com ela?

A luta mais difícil é a que está por vir, porque o que já passou não me assusta, apenas me fortalece.


O você sente que falta para conseguir uma oportunidade no UFC?

Acredito que falta uma frequência maior de lutas, mas tenho certeza que a oportunidade irá aparecer, na hora em que eu estiver 100% pronto.


Mande um recado pros leitores do Monster MMA

Obrigado a cada um de vocês que acompanham meu trabalho, me dão força pra lutar cada vez melhor e não desistir dos meus objetivos nunca! Conto com cada um de vocês, osu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s