MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Rampage desce a letra no UFC !

“OS LUTADORES TÊM MEDO DE LUTAR, TÊM MEDO DE PERDER. ELES LUTAM NÃO PARA VENCER, LUTAM PARA NÃO PERDER”

Essa foi uma das frases de Quinton Rampage Jackson que não vive uma lua de mel com o UFC. Prestes a se despedir da organização, o lutador, em treinamento no Recife, não poupou críticas ao Ultimate. Com caras de poucos amigos quando o assunto é UFC, Jackson afirmou que sairá da organização, mas não irá se aposentar.

“Eu não estou me aposentando, só estou deixando o UFC, continuarei lutando. UFC não é MMA”, afirmou Jackson. Ele fará sua última luta na companhia no UFC Rio III, marcado para outubro.

Rampage Jackson já lutou na consagrada companhia Pride e ainda não sabe por qual organização lutará depois do UFC Rio III. O lutador de 34 anos espera receber convites para o futuro.

“Provavelmente eu irei para outra companhia. Não tenho nenhum plano, primeiro vou deixar a empresa que estou e depois vou ver se alguém quer me contratar. Se ninguém quiser, vou fazer alguma outra coisa”.

“VOCÊ TRABALHA, DÁ O SEU MÁXIMO E SENTE QUE SEU CHEFE NÃO O RESPEITA E NÃO APRECIA O QUE VOCÊ FAZ, ENTÃO VOCÊ SIMPLESMENTE SAI, MUDA”

Descontente com o UFC, Rampage Jackson comentou sobre sua decisão de deixar o Ultimate e atacou Dana White, presidente da organização. O lutador também pediu a compreensão dos fãs.

“Eu amo todos os meus fãs, mas eles têm que me dar apoio para o meu próprio respeito. Você trabalha, dá o seu máximo e sente que seu chefe não o respeita e não aprecia o que você faz, então você simplesmente sai, muda. É isso o que estou fazendo, não estou reclamando, apenas estou dizendo ‘Adiós, amigos’”, fala o lutador.

“Muitos competidores do Ultimate são covardes”

Quinton Rampage Jackson não poupou nem os lutadores do UFC das críticas. Para o norte-americano, houve uma mudança no estilo das lutas, com mais competidores buscando levar o combate para o chão. Jackson classificou essa postura como “chata”.

“Acho que esse tipo de lutador arruína o esporte. Essa é outra razão pela qual eu não assisto às lutas. Muitos competidores do Ultimate são covardes, eles não vêm para conseguir o knockdown, eles tentam levar a luta para o chão. Isso não faz o MMA ser popular. Caras como esses se tornam estrelas e não podem perder. No contrato do UFC, se perder duas vezes você está fora, e agora os lutadores têm medo de lutar, têm medo de perder. Eles lutam não para vencer, lutam para não perder”.

“OS LUTADORES TÊM MEDO DE LUTAR, TÊM MEDO DE PERDER. ELES LUTAM NÃO PARA VENCER, LUTAM PARA NÃO PERDER”

Jackson, no entanto, admitiu que teve que mudar seu estilo de jogo.

“Eu não tenho medo de lutar, mas tive que mudar um pouco meu estilo. Não posso lutar do mesmo jeito porque estou enfrentando lutadores que cercam, tentam me levar ao chão. Tenho fãs que me dizem: ‘você tem que finalizar’. Mas porque eu iria tentar finalizar alguém que só quer me levar ao chão? Isso é estúpido, acaba com o esporte. As lutas ficam chatas e isso faz a minha ficar também”.

Fonte: FoxSports

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s