MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Côté novo adversario de Wand?

De volta à rotina normal de treinos para se manter em forma física e tecnicamente, Wanderlei Silva aguarda um novo chamado do UFC para poder retornar ao octógono. Após ser derrotado pelo americano Rich Franklin no UFC 147, em Belo Horizonte, no dia 23 de junho, o “Cachorro Louco” já tem alguma ideia de quem pode ser seu próximo adversário. O que se comenta nos bastidores do MMA é que ele deve enfrentar o canadense Patrick Côté no evento da China, em 10 de novembro.

– Então, isso está sendo cogitado mesmo, mas depende do patrão (Dana White). Pode ser contra ele (Côté), para mim é tranquilo, ou contra outro qualquer, eu não escolho adversário – afirmou, por telefone, ao SPORTV.COM.

Côté, que já perdeu disputa de cinturão para Anderson Silva em 2008, foi demitido do UFC em 2010 e retornou quase dois anos depois, no UFC 148, no último dia 7, quando foi derrotado por Cung Le. Nesta semana ele reproduziu em sua conta no Twitter um comentário de um fã pedindo para que a luta contra Wand seja marcada pela organização. Perguntado se era possível afirmar que “onde há fumaça, há fogo”, o brasileiro concordou:

– Exatamente… – limitou-se a dizer, com uma pitada de mistério.

 

Escalar Wanderlei no card da China seria oportuno e rentável ao Ultimate em termos de promoção do evento, que viaja pela primeira vez àquele país. Isso porque o lutador é um dos mais populares do planeta, principalmente no Japão, onde foi campeão e astro do extinto Pride por muitos anos.

Aos 36 anos, Wand disse também que ainda não pensa na aposentadoria, uma vez que está se sentindo bem consigo mesmo, e não quis fazer previsão de quantas lutas mais fará na carreira.

– Estou bem, me sentindo bem fisicamente. Enquanto eu estiver me sentindo assim… Embora eu tenha perdido a última luta, as duas últimas que fiz ganharam o prêmio de “Luta da Noite”. Tenho me apresentado bem. Perdi no detalhe para o Rich Franklin, e o público gostou da minha apresentação. Estou motivado, por enquanto está tudo ótimo – declarou.

Sobre Vitor Belfort, Wanderlei Silva preferiu esfriar a mais nova polêmica entre eles, surgida após um comentário de que torceria pela derrota do desafeto para ver se, assim, ele aceitaria enfrentá-lo. Como Belfort vem de duas vitórias e Wand, de uma derrota, o UFC não tem planos de promover o duelo entre os dois, conforme ja adiantou o presidente Dana White.

– Não vou torcer para ele perder. Se ele ganhar, sei que ele não vem. Quero lutar contra ele, e sei que só vai vir se ele perder. – disse em relação ao combate de Vitor contra o americano Alan Belcher, que ocorre no UFC Rio III, ou UFC 153, no dia 13 de outubro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s