MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Resultados UFC 147

Rich Franklin é mais uma vez superior a Wand

Quem imaginava que a luta principal do UFC 147, entre Wanderlei Silva e Rich Franklin, terminaria em nocaute se enganou. Foram cinco rounds de trocação na revanche entre os dois strikers. Rich começou andando para cima e acertou bons socos. No segundo round, Wand teve a grande chance de definir. Acertou um forte soco e seguiu com joelhadas. Franklin caiu, continuou sendo socado, mas foi salvo pelo gongo.
No terceiro assalto, Rich mudou a estratégia e, depois de um soco, aproveitou para derrubar Wand e castigar no ground and pound. Os lutadores seguiram o ritmo nas duas últimas etapas. Nos últimos instantes, Silva chamou Franklin para a luta e houve novamente intensa trocação. No final, as papeletas anotaram por unanimidade a superioridade de Rich Franklin, que, assim como no UFC 99, bateu Wanderlei Silva. “Depois do segundo round não me lembro de mais nada. Por isso, esse é o tipo de luta que eu gosto. Obrigado!”, resumiu Franklin, aplaudido pelo público. “Agradeço a todos pela força. Quase nocauteei ele no segundo round, queria ter dado esse nocaute para vocês. Foi uma honra ter lutado para vocês”, declarou Wand.

Mutante vence,mas Serginho também da show

No TUF Brasil, Cezar Mutante finalizou as duas primeiras lutas e depois nocauteou para assegurar a vaga na final do programa no peso médio. Mas não poderia imaginar que teria um adversário tão duro na decisão, Sergio Moraes, que substituiu o contundido Daniel Sarafian.
Depois de um primeiro round em que os lutadores mais se estudaram, a ação veio com tudo na segunda parcial, e a torcida foi à loucura. Mutante conseguiu dois knockdowns, o primeiro com socos e o segundo com um chute. Serginho reagiu com uma série de socos que abalaram o adversário. Na terceira etapa da luta, Serginho voltou a surpreender com bons socos, mas Cezar foi preciso e fez mais uma vez o oponente tombar. Ao final da luta, o triunfo foi para Mutante, pupilo de Vitor Belfort, por decisão unânime. Mas Moraes também foi ovacionado pela galera, que aprovou o verdadeiro show.

“Meu sonho era ser lutador do UFC, e isso eu consegui hoje”, festejou Cezar,que chegou à quinta vitória em sete lutas e agora é campeão do TUF Brasil no peso médio.
Jason vence Pepey e é campeão do TUF Brasil
Depois de vencerem três lutas no TUF Brasil, Rony Jason e Godofredo Pepey finalmente tiveram a grande chance de ser o primeiro campeão do reality show no Brasil. Com apoio da torcida desde o início, Jason foi mais efetivo, enquanto Pepey optava pela perigosa estratégia de puxar para a guarda. Rony foi melhor no ground and pound e conectou os melhores socos durante os três rounds. No final do combate, os lutadores se estranharam, mas depois se cumprimentaram.
Com dez vitórias antes de entrar no cercado, Jason nunca havia precisado lutar os três asaltos completos profissionalmente. No UFC 147 foi a primeira vez que isso aconteceu e, por decisão unânime, o emocionado Jason se garantiu como primeiro campeão do TUF Brasil. “Estou muito feliz. Já passei fome, morei na academia… Agradeço muito a Team Nogueira por tudo isso. Realizem seus sonhos, não fiquem dormindo”, declarou Rony, que tirou a invencibilidade de Pepey no MMA.
Fabrício Werdum tira invencibilidade de Russow no UFC e pede Cigano
Com muita vontade de ter uma chance contra Junior Cigano, o atual campeão peso pesado do UFC, Fabrício Werdum foi com tudo para cima de Mike Russow. Saiu da sua principal característica, a luta de chão, e investiu nos socos, chutes e joelhadas. Russow sentiu a pressão, acusou os golpes. Foi neste momento que Werdum encaixou um upper certeiro e viu o oponente cair. Seguiu socando, até o juiz separar, aos 2min28s do primeiro round.
“Respeito muito o Cigano, mas quero que o UFC me dê uma chance contra ele”, disparou Werdum, que também agradeceu à torcida por gritar o seu apelido: “Vai Cavalo”.

Esta foi a segunda vitória do brasileiro na sua segunda passagem pelo UFC. Já Russow amargou a primeira derrota em cinco apresentações pelo Ultimate.

Hacran domina Marajó no  “a la Jon Fitch”

No confronto entre o campeão do Jungle Fight e o campeão do Shooto, que levou a melhor foi Hacran Dias. O ex-campeão do Shooto jogou com o regulamento debaixo do bolso e lutou de modo semelhante a Jon Fitch, colocando Iuri para baixo durante os três rounds e trabalhando por cima. O atleta da Nova União estreou com o pé direito, quebrando uma sequência de três vitórias de Marajó no UFC e levou a melhor na decisão unânime, mesmo diante de vaias do público.

Sem sustos, Rodrigo Damm finaliza Gasparzinho

Rivais dentro da casa, Rodrigo Damm e Anistásio Gasparzinho se estranharam na pesagem do evento e a promessa era de um combate de sair faísca. Mas dentro do octógono, o que se viu foi um monólogo. Damm começou melhor em pé e usou bons low kicks para minar a base de Gasparzinho. Logo em seguida, acertou um direto no queixo de seu adversário, que foi a knockdown. No chão, o atleta do Espírito Santo não teve dificuldades para pegar as costas e obrigar Gasparzinho a dar os três tapinhas, diante de um justo mata-leão.

Massara não dá chances e atropela Pé de Chumbo

Um dos confrontos mais esperados entre os atletas que participaram do TUF Brasil, entre Massaranduba e Pé de Chumbo, correspondeu as expectativas. Atleta mais querido da casa e um dos mais aplaudidos da noite, Massara não deu chances ao lutador de Teresópolis e entrou como um rolo compressor. Quando Delson tentava botar Francisco pra baixo, Massaranduba fazia o sprawl perfeitamente e o castigava por cima. Delson Heleno gastou toda sua energia tentando derrubar o seu adversário e acabou caindo na meia guarda por baixo, de onde Massaranduba o castigou até a interrupção do árbitro, aos 4 minutos e 21 segundos. Vitória espetacular de Massaranduba, que levou o público ao delírio. Após a luta, o atleta pediu uma chance para lutar em sua categoria original (até 70kg), já que durante o TUF encarou lutadores do peso médio (84kg).

Wolverine vence Macapá na decisão dividida

Na quarta luta do card preliminar, Hugo Wolverine dominou as ações diante de John Macapá, que cresceu no segundo round, mas não o suficiente para igualar a luta. O combate foi bom e equilibrado, mas Hugo foi mais contundente e conseguiu evitar as tentativas de queda de John, levando a melhor na decisão dividida dos juízes.

Bodão nocauteia Macarrão com ground and pound avassalador

Leonardo Macarrão dominou o primeiro round sobre Thiago Bodão com belos chutes e combinações de mão. A partir da segunda etapa, Perpétuo reagiu e passou a dominar o combate, castigou na meia guarda por cima e escapou com maestria de um ataque de braço. Na etapa final, Bodão seguiu ligado, enquanto Macarrão sentiu o cansaço e, após acertar um duro golpe em cima, Thiago liquidou a fatura com um ground and pound devastador, que obrigou Mario Yamasaki a decretar o nocaute técnico aos 41 segundos do R3.

Vina nocauteia Galeto em virada espetacular

No segundo combate da noite, Wagner Galeto travou um verdadeiro monólogo, já que Vina, apenas defendeu-se nos dois primeiros rounds. Mas na etapa final, o monólogo mudou de lado, já que Vina acordou e mostrou o porquê o MMA é um esporte fascinante. Quando tudo parecia perdido, Vinícius acertou uma dura joelhada no corpo de Galeto, abrindo caminho para uma sequência de socos, que determinou o nocaute a 1minuto e 4segundos do último round.

Miltinho e Sertanejo empatam na primeira luta do UFC

O primeiro combate do UFC 147, entre Milton Vieira e Felipe Sertanejo terminou empatado. No primeiro round, Miltinho conseguiu a queda, chegou a passar a guarda de Sertanejo em duas oportunidades e tentou o triângulo de braço, mas Felipe defendeu bem. No começo do R2, Sertanejo surpreendeu com uma joelhada voadora e Milton sentiu. Sertanejo dominou o centro do octógono e aplicou os melhores golpes, mas no final do round, Vieira acertou um belíssimo rodado que balançou Felipe. Na etapa final, Sertanejo seguiu mais inteiro, aplicou bons chutes e usou bem o ground and pound. Foi um combate equilibrado e o empate ficou de bom tamanho.

 

RESULTADOS COMPLETOS:

 

UFC 147

Ginásio do Mineirinho, Belo Horizonte

Sábado, 23 de junho de 2012

 

Card principal

– Rich Franklin derrotou Wanderlei Silva na decisão unânime dos juízes;

– Cezar Mutante derrotou Serginho Moraes na decisão unânime dos juízes;

– Rony Jason derrotou Godofredo Pepey na decisão unânime dos juízes;

– Fabricio Werdum derrotou Mike Russow por nocaute técnico no R1;

– Hacran Dias derrotou Yuri Alcântara na decisão unânime dos juízes.

Card preliminar

– Rodrigo Damm finalizou Anistavio Medeiros com um mata-leão no R1;

– Francisco Drinaldo derrotou Delson Heleno por nocaute técnico aos 4 min e 21s do R1;

– Hugo Viana derrotou John Teixeira na decisão dividida dos juízes;

– Thiago Perpétuo derrotou Leonardo Mafra por nocaute técnico aos 41s do R3;

– Marcos Vinicius derrotou Wagner Campos por nocaute técnico a 1min e 4s do R3;

– Milton Vieira empatou com Felipe Arantes.

(Fonte: ufc.com )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s