MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Franklin ainda sonha com o cinturão e admite que foi um “quebra-galho” para o UFC

Ex-professor de matemática, Rich Franklin largou as salas de aula para ser campeão do UFC no peso médio, título que defendeu por duas vezes entre 2005 e 2006, quando perdeu o cinturão para Anderson Silva. Seis vitórias e quatro derrotas depois, o norte-americano de 37 anos substitui o lesionado Vitor Belfort no que seria o combate entre os técnicos do TUF Brasil contra Wanderlei Silva. E não tem problemas em admitir ser o “estepe” oficial da organização.

Não é a primeira vez que Franklin entra como substituto em um duelo de encerramento do TUF. Em 2010, no UFC 115, ele lutou no card principal como substituto de Tito Ortiz, que desistiu do combate de técnicos contra Chuck Lidell. Acabou perdendo por nocaute.

“Gosto de ser o cara em que as pessoas podem confiar. Eu meio que assumo esse papel. Quando ouvi que o Vitor estava machucado, sabia que o UFC iria me ligar. Não vou dizer que foi só porque eu já tinha salvado elesFranklin antes, mas porque eu estava pronto, na verdade já estava no auge para lutar”, admitiu Franklin ao site MMAJunkie.

O combate que vai marcar a revanche de Wanderlei após a derrota para Franklin em 2009 terá peso combinado, ou seja, enquanto o brasileiro lutará na faixa dos médios (até 84 kg), o adversário estará com 86 kg. Afinal, suas últimas lutas foram como meio-pesado, mas o norte-americano pretende descer de peso para disputar o cinturão.

“Falei com o UFC sobre descer para os médios, e eles gostaram da ideia. Uma vitória me permitiria disputar essa vaga, e eu começaria a buscar uma chance de disputar o título depois disso”, comentou Franklin, que estava se recuperando de uma cirurgia no ombro e não luta desde a derrota para Forrest Griffin no UFC 126 de fevereiro no ano passado.

A luta entre Rich Franklin e Wanderlei Silva vai encerrar o card principal do UFC 147, que acontece no próximo sábado em Belo Horizonte. O evento também contará com as finais do TUF Brasil: Godofredo Pepey x Rony Jason (peso leve) e Cezar Mutante x Sergio Moraes (peso médio).

(Fonte: esportes.uol )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s