MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Chan Sung Jung vence a luta principal e diz “Quero José Aldo” !

Dois brasileiros conquistam vitórias no UFC: Jung x Poirier e outros dois saem derrotados. No evento principal, vitória dominante de Chan Sung Jung

Sem grandes astros, o UFC: Jung x Poirier, nesta terça-feira, deixou a desejar em emoção. Com lutas mornas, o evento de meio de semana teve como destaque a vitória do coreano Chan Sung Jung sobre o americano Dustin Poirier, em um dos poucos combates de alto nível da noite. Para o Brasil, valeu pelo fim do incômodo jejum de três meses sem vitórias no Ultimate, que durava já três torneios, desde a vitória de Ronny Markes sobre Aaron Simpson no UFC: Sanchez x Ellenberger, em 15 de fevereiro. Por outro lado, o país terminou a noite com dois triunfos e duas derrotas – Johnny Eduardo e Rafael dos Anjos venceram, mas Carlo Prater e Fábio Maldonado perderam na decisão dos juízes laterais.

Johnny Eduardo e Rafael dos Anjos, UFC (Foto: Reprodução / Twitter)Rafael dos Anjos (esq.) e Johnny Eduardo celebram
suas vitórias no UFC (Foto: Reprodução / Twitter)

O card preliminar teve algumas boas lutas, mas quase todas decididas por pontos. As exceções foram a vitória de Rafael dos Anjos sobre Kamal Shalorus, que finalizou o iraniano com um mata-leão, e de Cody McKenzie, que usou a guilhotina, sua posição favorita, para estrangular Marcus LeVesseur. Antes disso, Johnny Eduardo acabou com o jejum de três meses sem vitórias de brasileiros no UFC ao superar, na decisão dos juízes, Jeff Curran.

A primeira luta do card principal trouxe a promessa de combates mais empolgantes, encerrados dentro dos três rounds. Tom Lawlor surpreendeu com um rápido nocaute contra Jason MacDonald, através de um belo direto de esquerda em apenas 50s. A impressão, porém, não se concretizou, e o resto das lutas, à exceção da última, foi resolvido na decisão dos jurados.

A segunda luta, entre o brasileiro Fábio Maldonado e o croata Igor Pokrajac, ao menos foi equilibrada, com muita trocação e golpes certeiros, e ambos os lutadores mostraram queixos duros para suportar as pancadas. Ambos foram aplaudidos ao soar da sirene final, mas o público vaiou a decisão unânime a favor do croata, que foi criticada até pelo presidente do evento, Dana White, que não pôde estar presente – sofrendo de um problema auditivo que causa vertigem, o chefão ficou em casa à espera da cirurgia que fará nesta quarta-feira e comentou o torneio pelo Twitter.

De resto, lutas ou dominadas por um dos lutadores, ou com pouca técnica. Yves Jabouin e Donald Cerrone venceram seus combates com muita facilidade. No co-evento principal, Jorge Lopez tentou amarrar o jogo contra Amir Sadollah, mas o ex-campeão do reality show The Ultimate Fighter fez o suficiente para vencer na decisão dividida dos juízes.

Chan Sung Jung finaliza Dustin Poirier no UFC (Foto: Agência Getty Images)Chan Sung Jung finaliza Dustin Poirier com um triângulo de mão (Foto: Agência Getty Images)

O evento principal, enfim, teve uma boa luta. Chan Sung Jung começou melhor e botou Dustin Poirier para o chão duas vezes no primeiro round. O “Zumbi Coreano” derrubou o americano novamente no segundo round, desta vez com um direto de direita. Poirier se levantou, levou duas joelhadas no rosto e tentou derrubar Jung, mas o adversário contragolpeou e caiu montado sobre o “Diamante”. O Zumbi quase encaixou uma chave de braço e um triângulo, todavia o americano escapou.

Dustin Poirier melhorou no terceiro round e acertou golpes duros, mas Chan Sung Jung, que não tentou as quedas como fizera nos rounds anteriores, mostrava boa absorção dos ataques. No quarto round, Jung acertou um upper que balançou o americano e não perdeu a oportunidade: partiu para uma joelhada voadora que derrubou o adversário e o finalizou com um triângulo de mão, que apagou Poirier.

Entrevistado após a vitória, Jung falou quase tudo em coreano, mas guardou uma última frase em inglês:

– Eu quero José Aldo! – disse o peso-pena, desafiando o atual campeão da categoria.

Confira os resultados completos do UFC: Jung x Poirier:

CARD PRINCIPAL
Chan Sung Jung venceu Dustin Poirier por finalização (triângulo de mão) a 1m07s do quarto round
Amir Sadollah venceu Jorge Lopez por decisão dividida dos jurados
Donald Cerrone venceu Jeremy Stephens por decisão unânime dos jurados
Yves Jabouin venceu Jeff Hougland por decisão unânime dos jurados
Igor Pokrajac venceu Fábio Maldonado por decisão unânime dos jurados
Tom Lawlor venceu Jason MacDonald por nocaute aos 50s do primeiro round
CARD PRELIMINAR
Brad Tavares venceu Dongi Yang por decisão unânime dos jurados
Cody McKenzie venceu Marcus LeVesseur por finalização (guilhotina) aos 3m09s do primeiro round
TJ Grant venceu Carlo Prater por decisão unânime dos jurados
Rafael dos Anjos venceu Kamal Shalorus por finalização (mata-leão) a 1m40s do primeiro round
Johnny Eduardo venceu Jeff Curran por decisão unânime dos jurados
Francisco Rivera venceu Alex Soto por decisâo unânime dos jurados

(fonte: http://sportv.globo.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s