MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Luta com amigos, lutadores do UFC opinam

O clima do “The Ultimate Fighter Brasil” esquentou de vez no último domingo, após a luta entre Rony Jason e Anistávio Gasparzinho. Os dois são amigos fora da casa, treinam e já moraram juntos, e se enfrentaram por conta de uma decisão de Vitor Belfort, um dos treinadores, que tinha o direito de casar a luta.

Atletas da Integralmédica Suplementos Nutricionais, patrocinadora oficial do TUF Brasil, deram sua opinião, e foram unânimes em dizer que não lutariam contra parceiros de treino.

Confira a entrevista com os lutadores.José Aldo (campeão peso pena do UFC)

“Enfrentar alguém da Nova União é como enfrentar um irmão, e não me vejo conseguindo fazer isso agora. O Dedé [Pederneiras, líder da Nova União] sempre fala disso com a gente, diz que é possível que um dia aconteça, mas espero que esse dia nunca chegue”.

Erick Silva (lutador peso meio-médio do UFC)

“Não lutaria com um amigo meu próximo. Tem uma questão de caráter. Não acho legal. Até porque não fica uma luta bonita de se ver. Nunca vou querer dar meu máximo, por mais que queira ganhar, porque se tenho um sonho, mas um amigo está na minha frente, eu respeito e espero minha oportunidade. Acredito que estrategicamente o Vitor tentou, na concepção dele, casar as primeiras lutas conforme ele achou que teria vantagem, que iria ganhar. Agora conforme ele falou, que amigo tem que lutar, já não apoio ele. Ele poderia evitar isso. Não concordo com o que o vitor falou de que tem que lutar e esquecer que é amigo. Isso não tem como. Não dá para esquecer que o cara é seu amigo”.

Charles do Bronx’s (lutador peso pena do UFC)

“Para mim, o Vitor Belfort poderia ter deixado essa luta para acontecer numa final, algo que todos queriam ver. Mas é aquilo, todos são profissionais e tiveram que lutar. Eu não lutaria com um amigo próximo, um cara que sempre treina comigo, por exemplo, o Felipe Sertanejo, que estamos indo um à academia do outro sempre. Volta e meia me perguntam sobre o José Aldo, e, sim, ele é meu amigo, mas não é próximo, não saímos para jantar, só trocamos ideia. Então, neste caso, eu lutaria”.

Felipe Sertanejo (lutador peso pena do UFC)

“Eu acho totalmente incoerente colocar amigos para lutar um contra o outro. Hoje em dia existem muitos lutadores para casar boas lutas, não tem essa necessidade de criar um clima assim. Casar uma luta entre amigos que já treinaram juntos é falta de bom senso. Se os lutadores forem para as finas é uma coisa, não tem escolha mesmo. Mas casar antes é falta de bom senso”.

(Fonte: tatame.com.br )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s