MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Overeem diz que ingeriu testosterona sem saber e culpa médico por doping

Estou profundamente triste em anunciar que, na sexta-feira, 20 de abril, eu respeitosamente me retirei do evento de 26 de maio para que eu possa solicitar um adiamento até que a minha situação com a Comissão Atlética do Estado de Nevada esteja resolvida.

Essa foi a declaração de Alistar Overeem sobre a questão do Dopping que atingiu a sua pessoa durante as últimas semanas.

O holandês finalmente se explicou sobre a polêmica mais recente do MMA. O lutador holandês, que foi retirado do UFC 146 por ter sido pego no antidoping e não enfrentará mais Junior Cigano pelo cinturão peso-pesado, admitiu que ingeriu testosterona combinada a um antiinflamatório para curar uma lesão na costela. No entanto, alegou que não sabia da existência da substância no medicamento e culpou o médico que lhe deu a receita.

O exame antidoping surpresa, realizado pelo atleta e por outros cinco que estão no card de 26 de maio após a primeira entrevista coletiva do evento, no fim do mês passado, acusou em Overeem uma taxa de testosterona muito acima do normal. O nível de epitestosterona (agente mascarante e também metabólico biológico da testosterona) encontrado na amostra de urina dele era 14 vezes superior ao encontrado em um ser humano comum.

Overeem se manifestou por meio de um comunicado à imprensa e disse que ele próprio pediu para sair do card do UFC 146 – no lugar dele, Frank Mir ganhou a oportunidade de lutar pelo título. Ele pediu desculpas à organização, aos fãs de MMA e a Cigano. Mesmo assim, o holandês ainda terá de enfrentar uma audiência nesta terça-feira em Las Vegas, com a Comissão Atlética do Estado de Nevada, onde será julgado e provavelmente suspenso por um determinado período de tempo.

Leia abaixo, na íntegra, o comunicado de Overeem sobre o doping:

“Para meus amigos e fãs,

Estou profundamente triste em anunciar que, na sexta-feira, 20 de abril, eu respeitosamente me retirei do evento de 26 de maio para que eu possa solicitar um adiamento até que a minha situação com a Comissão Atlética do Estado de Nevada esteja resolvida.

Não posso expressar o quanto peço desculpas à Comissão, a Junior dos Santos, aos fãs, aos proprietários e funcionários do UFC, a meus amigos e familiares e a qualquer outra pessoa que tenha sido afetada.

Eu absolutamente não acredito e nem uso substâncias dopantes. Eu sou um lutador limpo e farei o que for preciso para provar isso a todos.

Antes da entrevista coletiva do UFC 146, em março, eu agravei uma lesão antiga na costela do meu lado esquerdo. Meu médico receitou, e eu aceitei, um medicamento antiinflamatório que foi misturado à testosterona. Eu estava completamente inconsciente de que a testosterona foi um dos ingredientes do medicamento. Embora eu não soubesse, eu percebo que é o meu trabalho saber o que estou colocando em meu corpo.

Eu respeito os membros da Comissão de Nevada, o diretor executivo Keith Kizer e o que eles estão fazendo para manter o esporte das artes marciais mistas regulado e seguro para os atletas. Estou ansioso para trabalhar com eles nos próximos dias e semanas.

Amigos e fãs, peço a paciência enquanto eu trabalhar com este assunto. Por favor, me apoiem. Prometo voltar ao octógono em breve”.

(fonte: sportv.globo.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s