MMA, UFC, opinião, notícias, artes marciais, vídeos, lutas e fotos

Rodrigo Damm bate John Macapá e abre 3 a 0 para time de Vitor Belfort

O time de Vitor Belfort segue invicto no TUF Brasil. No quarto episódio do programa, Rodrigo Damm derrotou John Macapá e abriu 3 a 0 no confronto contra a equipe de Wanderlei Silva. Damm se tornou o segundo lutador a vencer no peso-pena e se juntou a Godofredo Pepey nas semifinais. Ainda restam duas vagas, que serão disputadas por Rony Jason, Marcus Vina, Anistávio Gasparzinho e Hugo Wolverine. No peso-médio, Daniel Sarafian é o único classificado até o momento.

Na luta exibida neste domingo, Rodrigo Damm precisou de três rounds para vencer John Macapá. Em duelo bastante equilibrado, o lutador capixaba chegou a ter boas posições para finalizar no último período, mas só derrotou o adversário na decisão dividida dos jurados.

O episódio

Anistávio Gasparzinho pegou a máscara de Rony Jason e a colocou no próprio rosto. Foi a primeira amostra de que o lutador potiguar continuaria aprontando e sendo um dos principais personagens do TUF Brasil.

– Gasparzinho tem alguma coisa que incomoda ele que não sei o que é. Ele não consegue parar – disse Renée Forte.

– Ultrapassou o limite já – reclamou Marcus Vina, um dos que defendiam Gasparzinho no início do programa.

E o potiguar não incomodava só lutadores do time dele, não. Os próprios integrantes da equipe de Belfort não suportaram. E uma das noites, Gasparzinho colocou pasta de dente em Godofredo Pepey e Serginho Moraes. Ambos o empurraram para fora da casa e trancaram a porta.

Gasparzinho, então, passou a fazer muito barulho do lado de fora da casa. Rony Jason, que já chegou a morar com Gasparzinho, sofre de insônia e reclamou com o colega.

– Fiquei mais chateado por ser o Gasparzinho. Convivi com ele um ano e meio, dois. Ele sabe do meu problema – disse Jason, que é do time azul.

os socos e chutes que ele dava no saco de areia também atrapalhou o sono de outros lutadores, como Rodrigo Damm e Daniel Sarafian, que reclamaram. Jason rebateu dizendo que quem o acordou foi um colega da equipe deles.

– Acho que ele (Rony) está fazendo isso para aparecer – comentou Gasparzinho.

No dia seguinte, Rony foi até uma reunião do time de Vitor Belfort para explicar o que aconteceu e pedir desculpa. Todos no time verde ouviram atentamente, e Gasparzinho também pediu desculpa e garantiu que o episódio não ia mais se repetir.

A escolha do próximo duelo

Após as vitórias de Pepey e Sarafian, a terceira luta do programa seria do peso-pena. O time de Vitor Belfort continuou com uma opção de escolha, e Belfort e seus assistentes técnicos ficaram na dúvida entre Hugo Wolverine e Rodrigo Damm. Francisco Filho, que cuida da parte de trocação do time, emitiu sua opinião e apontou Damm como próximo a lutar.

Vitor Belfort comunicou ao time que a dúvida estava entre Rodrigo Damm e Hugo Wolverine, mas deu a entender que o capixaba seria o escolhido. Entretanto, o técnico do time verde não falou quem seria o escolhido do time azul, o que deixou Damm desapontado.

No dia seguinte, Vitor Belfort comunicou às duas equipes que a luta seria entre Rodrigo Damm e John Macapá.

Pesagem e luta

Na pesagem, os dois lutadores ficaram no limite do peso-pena: 66,2kg. John Macapá teve mais dificuldades e precisou ficar pelado para conseguir bater o peso. Com tudo pronto, eles foram para a luta.

Os dois iniciaram o combate com franca trocação. Macapá acertou alguns golpes a mais, mas sofreu uma bela queda do rival com cerca de um minuto. Ele conseguiu se levantar, e o duelo voltou a ficar em pé. Damm, então, passou a acertar mais socos no rosto do oponente e foi bem na esquiva, mas foi surpreendido com uma direita certeira e levou um knockdown. Logo depois, o capixaba se recuperou, conseguiu outra boa queda e caiu por cima, encaixando alguns socos. Macapá melhorou no minuto final e acertou bons socos e um chute na costela de Damm, que no fim do round levou uma advertência verbal do árbitro Mario Yamasaki por ter segurado a grade.

No segundo round, Rodrigo Damm logo tentou mais uma queda no double leg, mas Macapá defendeu bem. Os dois passaram a se estudar um pouco mais. Eles alternaram socos e chutes sem muito poder de nocaute, mas que minavam a resistência de ambos. No meio do assalto, Macapá pediu que a luta fosse paralisada por alguns instantes para que pudesse se recuperar de um incômodo no olho, causado por um golpe de Damm. O amapaense tentou uma queda no fim e acabou levando a pior. O capixaba foi quem derrubou o rival, ficou por cima e controlou o combate até o fim do assalto.

Os juízes acreditaram que os dois primeiros rounds foram muito equilibrados, deram empate e houve necessidade da realização de um terceiro. De início, o equlíbrio permaneceu, e ambos se mostraram bem mais cautelosos por se tratar de um assalto decisivo. Rodrigo Damm foi mais incisivo e conseguiu uma belíssima queda para cima do rival e, mais uma vez, ficou por cima, aplicando socos na linha de cintura. Macapá mostrou mais cansaço do que o capixaba, que aproveitou um momento de desatenção dele para tentar, em vão, uma chave de braço. O amapaense conseguiu pegar as costas do oponente no fim, mas não teve tempo suficiente para inverter o resultado da luta, uma vez que os juízes deram a vitória de forma dividida a Rodrigo Damm.

Reclamação do time de Wanderlei

A vitória foi bastante comemorada pelo time de Vitor Belfort, que classificou John Macapá como um grande teste para Rodrigo Damm.

– Você lutou com o cara mais mais duro deles lá – disse Belfort para Rodrigo Damm.

O capixaba, que já disputou até cinturão do Strikeforce, também gostou do próprio desempenho.

– Foi uma das lutas mais difíceis que fiz na vida.

Do lado da equipe de Wanderlei Silva, apoio para o derrotado.

– Representou. Pode ficar tranquilo que você representou – elogiou Wanderlei.

O técnico da equipe azul só mudou o tom para reclamar da decisão dos jurados. De acordo com a avaliação de Wanderlei Silva, Jonh Macapá foi o vencedor da luta.

– Viu como ficou a cara do outro lá? Veja como ficou a cara do nosso aqui – reclamou Wanderlei, comparando os rostos dos dois lutadores.

(Fonte: sportv.globo.com )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s